" CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ "

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

A TRISTE PARTIDA - PATATIVA DO ASSARÉ







Triste Partida



Meu Deus, meu Deus. . .

Setembro passou 
Outubro e Novembro 
Já tamo em Dezembro 
Meu Deus, que é de nós, 
Meu Deus, meu Deus 
Assim fala o pobre 
Do seco Nordeste 
Com medo da peste 
Da fome feroz 
Ai, ai, ai, ai 

A treze do mês 
Ele fez experiência 
Perdeu sua crença 
Nas pedras de sal, 
Meu Deus, meu Deus 
Mas noutra esperança 
Com gosto se agarra 
Pensando na barra 
Do alegre Natal 
Ai, ai, ai, ai 

Rompeu-se o Natal 
Porém barra não veio 
O sol bem vermeio 
Nasceu muito além 
Meu Deus, meu Deus 
Na copa da mata 
Buzina a cigarra 
Ninguém vê a barra 
Pois a barra não tem 
Ai, ai, ai, ai 

Sem chuva na terra 
Descamba Janeiro, 
Depois fevereiro 
E o mesmo verão 
Meu Deus, meu Deus 
Entonce o nortista 
Pensando consigo 
Diz: "isso é castigo 
não chove mais não" 
Ai, ai, ai, ai 

Apela pra Março 
Que é o mês preferido 
Do santo querido 
Senhor São José 
Meu Deus, meu Deus 
Mas nada de chuva 
Tá tudo sem jeito 
Lhe foge do peito 
O resto da fé 
Ai, ai, ai, ai 

Agora pensando 
Ele segue outra tria 
Chamando a famia 
Começa a dizer 
Meu Deus, meu Deus 
Eu vendo meu burro 
Meu jegue e o cavalo 
Nós vamos a São Paulo 
Viver ou morrer 
Ai, ai, ai, ai 

Nós vamos a São Paulo 
Que a coisa tá feia 
Por terras alheia 
Nós vamos vagar 
Meu Deus, meu Deus 
Se o nosso destino 
Não for tão mesquinho 
Cá e pro mesmo cantinho 
Nós torna a voltar 
Ai, ai, ai, ai 

E vende seu burro 
Jumento e o cavalo 
Inté mesmo o galo 
Venderam também 
Meu Deus, meu Deus 
Pois logo aparece 
Feliz fazendeiro 
Por pouco dinheiro 
Lhe compra o que tem 
Ai, ai, ai, ai 

Em um caminhão 
Ele joga a famia 
Chegou o triste dia 
Já vai viajar 
Meu Deus, meu Deus 
A seca terrível 
Que tudo devora 
Lhe bota pra fora 
Da terra natá 
Ai, ai, ai, ai 

O carro já corre 
No topo da serra 
Oiando pra terra 
Seu berço, seu lar 
Meu Deus, meu Deus 
Aquele nortista 
Partido de pena 
De longe acena 
Adeus meu lugar 
Ai, ai, ai, ai 

No dia seguinte 
Já tudo enfadado 
E o carro embalado 
Veloz a correr 
Meu Deus, meu Deus 
Tão triste, coitado 
Falando saudoso 
Seu filho choroso 
Exclama a dizer 
Ai, ai, ai, ai 

De pena e saudade 
Papai sei que morro 
Meu pobre cachorro 
Quem dá de comer? 
Meu Deus, meu Deus 
Já outro pergunta 
Mãezinha, e meu gato? 
Com fome, sem trato 
Mimi vai morrer 
Ai, ai, ai, ai 

E a linda pequena 
Tremendo de medo 
"Mamãe, meus brinquedo 
Meu pé de fulô?" 
Meu Deus, meu Deus 
Meu pé de roseira 
Coitado, ele seca 
E minha boneca 
Também lá ficou 
Ai, ai, ai, ai 

E assim vão deixando 
Com choro e gemido 
Do berço querido 
Céu lindo azul 
Meu Deus, meu Deus 
O pai, pesaroso 
Nos filho pensando 
E o carro rodando 
Na estrada do Sul 
Ai, ai, ai, ai 

Chegaram em São Paulo 
Sem cobre quebrado 
E o pobre acanhado 
Procura um patrão 
Meu Deus, meu Deus 
Só vê cara estranha 
De estranha gente 
Tudo é diferente 
Do caro torrão 
Ai, ai, ai, ai 

Trabaia dois ano, 
Três ano e mais ano 
E sempre nos prano 
De um dia vortar 
Meu Deus, meu Deus 
Mas nunca ele pode 
Só vive devendo 
E assim vai sofrendo 
É sofrer sem parar 
Ai, ai, ai, ai 

Se arguma notícia 
Das banda do norte 
Tem ele por sorte 
O gosto de ouvir 
Meu Deus, meu Deus 
Lhe bate no peito 
Saudade lhe molho 
E as água nos óio 
Começa a cair 
Ai, ai, ai, ai 

Do mundo afastado 
Ali vive preso 
Sofrendo desprezo 
Devendo ao patrão 
Meu Deus, meu Deus 
O tempo rolando 
Vai dia e vem dia 
E aquela famia 
Não vorta mais não 
Ai, ai, ai, ai 

Distante da terra 
Tão seca mas boa 
Exposto à garoa 
À lama e o paú 
Meu Deus, meu Deus 
Faz pena o nortista 
Tão forte, tão bravo 
Viver como escravo 
No Norte e no Sul 
Ai, ai, ai, ai


* QUESTIONAMENTOS:

1) POR QUE O AUTOR DA LETRA "TRISTE PARTIDA" ESCREVEU  "Meu Deus, que é de nós,"?

2) "A treze do mês 
Ele fez experiência 
Perdeu sua crença 
Nas pedras de sal, 
Meu Deus, meu Deus 
Mas noutra esperança 
Com gosto se agarra 
Pensando na barra 
Do alegre Natal."

QUAL A ANÁLISE QUE PODEMOS FAZER SOBRE ESTA ESTROFE QUANDO SE REFERE A UMA EXPERIÊNCIA, A UMA CRENÇA QUE PERDEU, E A UMA OUTRA ESPERANÇA?

3) "Meu Deus, meu Deus 
Mas nada de chuva 
Tá tudo sem jeito 
Lhe foge do peito 
O resto da fé 
Ai, ai, ai, ai. "

O QUE PENSAR QUANDO SE DECLARA QUE "TÁ TUDO SEM JEITO, LHE FOGE DO PEITO O RESTO DA FÉ"?

EM BUSCA DA TERRA SEM MAL



Terra sem males

Na mitologia guarani, a terra sem males (Yvy marã e'ỹ, em tupi yby marã e'yma) faz referência ao mito de uma terra onde não haveria fome, guerras ou doenças. O mito foi um dos principais instrumentos de resistência utilizados pelo povo guarani contra o domínio dos espanhóis e portugueses. Os movimentos pela busca da "terra sem males" era articulado pelos pajés, que se intitulavam Karaí.
Em 1549, sofrendo com a colonização portuguesa, 15 000 índios partiram do litoral rumo aos Andes, buscando a "terra sem males". Apenas trezentos chegaram a Chachalpoyas, no Peru, onde, ao invés de bonança, foram capturados e presos. 

* DEBATER SOBRE O TEMA RELACIONANDO À HISTÓRIA DOS NATIVOS QUE VIVERAM NO BRASIL ANTES DA COLONIZAÇÃO PORTUGUESA E COMENTAR COMO É A SOCIEDADE EM QUE VIVEMOS HOJE, OBSERVANDO A SITUAÇÃO DA FOME, DAS GUERRAS OU DOENÇAS. LEMBRAR TAMBÉM DOS MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA DIANTE DO SOFRIMENTO E DA OPRESSÃO, APONTANDO OS MALES QUE SOFREMOS NO MUNDO MODERNO CAPITALISTA.

DO PACTO DAS CATACUMBAS A FRANCISCO




* DEBATER O TEMA CONTEXTUALIZANDO NOS DIAS ATUAIS RELACIONADO A REALIDADE DOS POBRES COM A VIDA DE JESUS.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Ieshuá - Padre Zezinho




Ieshuá
Padre Zezinho
 

Ieshuá, Ieshuá
Catalogaram Jesus
Catalogaram Jesus
Por não andar na direita, na esquerda
Ou no centro ou na situação

Por não falar como essênios
Zelota ou governo nem oposição
E por não ser fariseu
E por não ser saduceu

Classificaram Jesus
Como herege blasfemo
Inimigo e perigo mortal pra nação
Desafiaram Jesus, desafiaram Jesus
Porque fazia milagres em dias errados
E sem permissão

Por aliar-se aos pequenos
Sem ser alinhado e nem ter posição
E por não ser doutor
Por falar tanto de amor
Classificaram Jesus como um alienado
Impostor renegado sem classe ou padrão
E condenaram Jesus e condenaram Jesus
Porque falava de um reino
De fraternidade, igualdade, união
Porque trazia consigo
Perigo de um golpe ou da insurreição
E por dizer que chegou
Porque foi Deus quem mandou
Assassinaram Jesus numa cruz
Entre preces e salmos e cantos
De libertação

Acompanharam Jesus
Acompanharam Jesus

Pobres e cegos e surdos e coxos e mudos
E até oficiais
Gente sofrida e oprimida
Por gente que tinha ou mandava demais
E por ser filho de Deus
E pelo reino dos céus
Testemunharam Jesus
E com ele enfrentaram

As dores da cruz, mas acharam a paz
Testemunharam Jesus
E com ele enfrentaram
As dores da cruz, mas acharam a paz


QUESTIONÁRIO

1) COMO ENTENDER OS VERSOS "Por não andar na direita, na esquerda
Ou no centro ou na situação" ?

2) ANALISANDO A QUESTÃO ANTERIOR O QUE PENSAR DOS VERSOS "Por aliar-se aos pequenos Sem ser alinhado e nem ter posição" ?

3) RELACIONANDO COM OS DIAS ATUAIS O QUE LEVA A PENSAR SOBRE OS VERSOS "E condenaram Jesus e condenaram Jesus
Porque falava de um reino
De fraternidade, igualdade, união
Porque trazia consigo
Perigo de um golpe ou da insurreição". ISTO TEM A VER COM A REALIDADE DO BRASIL?

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Sagrado Coração - Rinaldo e Samuel

Sagrado Coração - Rinaldo e Samuel
https://www.youtube.com/watch?v=-KwydGJgyds

* VAMOS COMPARTILHAR NUMA RODA DE CONVERSA AS EXPERIÊNCIAS E VIVÊNCIAS QUE TEMOS COM O SAGRADO.

Harmonia: Musicas para Meditação, Musica Relaxante, Bem estar e Repouso, Pensamento Positivo

Harmonia: Musicas para Meditação, Musica Relaxante, Bem estar e Repouso, Pensamento Positivo
https://www.youtube.com/watch?v=5eAVs8Obkl8