" CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ "

domingo, 12 de novembro de 2017

Gabriel o Pensador - Fé Na Luta (Clipe Oficial)





Fé Na Luta





Histórias, nossas histórias
Dias de luta

Hoje eu vim pra te mostrar
Que o bem é mais forte que o mal
Que o sim é mais forte que o não
Em tudo nessa vida
Vim te dizer que tem vitória no final
Pode acreditar que sim
E duvidar de quem duvida

Pra te mostrar que o bem é mais forte que o mal
Que o sim é mais forte que o não
Em tudo nessa vida
E só pra te ver com a vitória no final
Pode crer que sim
E duvidar de quem duvida
De quem duvida

Hoje eu me vi sorridente
Escovando os dentes na frente do espelho
E a minha imagem me disse hoje é dia de luta
Escuta o conselho
Entra com foco no ringue
Não perde o suingue, protege a cabeça
Guarda o que é bom no seu peito
E o que for ruim ou suspeito, esqueça
Pensa no tempo, não esquece do tempo
Não há tesouro maior
Lembra dos outros, não esquece dos outros
Tem muita vida ao redor
Leva o amor onde for
Espaireça amor da maneira mais pura
Fala a verdade porque ela é chave
Que abre qualquer fechadura
Tira a armadura pra dar um abraço
Naqueles que querem o seu bem
Fala o que pensa, evita a ofensa
E aceita as palavras que vem
Olha a paisagem, aproveita a viagem
Que um dia a viagem termina
Minha imagem no espelho já sabe
Que não sabe nada e por isso me ensina

Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta

Não tenho outra saída a não ser a da coragem
Levanta e vai a luta sempre escuta essa mensagem
Meu rosto no espelho
Meu filho, minha mãe, meu pai
E todos que me amam me dizem "levanta e vai"
Se todo mundo cai eu também caí um dia
Eu chorava e não entendia
Porque um estranho sorria
E a sua mão ele estendia pra me levantar do chão
Me fazendo acreditar
Que o sim é mais forte que o não
E que pra toda ferida tem uma cicatrização
Dividindo o seu sorriso como se divide um pão
Esse estranho me ensinou
Que todo estranho é um irmão
Hoje eu sei que dividindo eu faço a multiplicação
Em qualquer situação eu sempre chego pra somar
Se quiser somar vem junto
Se não for pra somar, some
Eu sorrir pra te mostrar
Que o sim é mais forte que o não
Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come

Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta

Tenho a mente livre e a paz no coração
Garra pra seguir em frente com disposição
Guarda fechada contra o ódio e a traição
Base preparada pra buscar superação
O certo é o certo, o errado é errado
Nem esculachar, nem ser esculachado
Meu papo é bem reto não mando recado
Respeito pra ser respeitado
Fora do ringue lutar pela paz
Pelos meus sonhos, meus ideais
Planto amizade, colho esperança
O verdadeiro guerreiro não cansa
Quem tem caráter e honra (dos nossos)
Positividade e atitude (dos nossos)
Covardia nunca, humildade
Ser o que eu quero, o que eu quero eu posso

Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória
Histórias, nossas histórias
Dias de luta

O bem mais forte que o mal


* PENSE SOBRE A LETRA "FÉ NA LUTA" DE GABRIEL O PENSADOR E NUMA RODA DE CONVERSA FAÇAMOS UM DEBATE.

Roberto Carlos - Aleluia







Aleluia





Quando o sol aquece de manhã 
O planeta Terra onde eu vivo 
Não importa em que lugar estou 
Olho a natureza pensativo 
O vento assanha as águas do 
Oceano 
Surfa pelas ondas da canção
Quem compõe a música do 
Vento 
E quem acendeu o sol então 
Aleluia, aleluia 
Conclusão dos pensamentos meus 
Aleluia, aleluia 
Em tudo isso tem a mão de Deus 
Quando cai a chuva e molha o 
Chão 
Meu planeta fica tão florido 
Vem a tarde e as tintas lá do céu 
Pintam um horizonte colorido 
Folhas, flores, frutos se 
Misturam 
Nesse quadro o amor e 
A perfeição 
Quem é esse agricultor divino 
É o mesmo autor do quadro então 

ESTRIBILHO

Quando vem a noite eu olho 
O céu 
As estrelas brilham no infinito 
Vejo a lua clara sobre o mar 
E nesse momento eu reflito 
Um ser supremo em tudo isso 
Existe 
Deus, a luz maior, a explicação 
Tudo vem das suas mãos 
Divinas 
O céu, a terra, o mar, a vida então



* PENSE SOBRE A LETRA DA MÚSICA "ALELUIA", DE ROBERTO CARLOS, E COMENTE SOBRE AS PALAVRAS CHAVES QUE QUEIRA DESTACAR NO COMENTÁRIO. POR FIM, DIGA O QUE VEM A SER O "ALELUIA" NA MÚSICA? E NA SUA VIDA?





E

Ninguém Explica Deus - Preto no Branco (Part. Gabriela Rocha) - Lyric Video





NINGUÉM EXPLICA DEUS (part. Gabriela Rocha)

Preto No Branco

 

Nada é igual ao Seu redor

Tudo se faz no Seu olhar

Todo o universo se formou no Seu falar

Teologia pra explicar

Ou Big Bang pra disfarçar

Pode alguém até duvidar

Sei que há um Deus a me guardar



E eu, tão pequeno e frágil, querendo Sua atenção

No silêncio encontro resposta certa, então



Dono de toda ciência, sabedoria e poder

Oh, dá-me de beber da água da fonte da vida

Antes que o haja houvesse

Ele já era Deus

Se revelou ao seus

Do crente ao ateu

Ninguém explica Deus



Nada é igual ao Seu redor

Tudo se faz no Seu olhar

O universo se formou no Seu falar

Teologia pra explicar

Ou Big Bang pra disfarçar

Pode alguém até duvidar

Sei que há um Deus a me guardar



E eu, tão pequeno e frágil, querendo Sua atenção

No silêncio encontro resposta certa, então



Dono de toda ciência, sabedoria e poder

Oh, dá-me de beber da água da fonte da vida

Antes que o haja houvesse

Ele já era Deus

Se revelou ao seus

Do gentio ao Judeu

Ninguém explica Deus



Ninguém explica

Ninguém explica Deus

Ninguém explica

Ninguém explica Deus



E se duvida ou se acredita

Ninguém explica

Ninguém explica Deus

Ninguém explica

Ninguém explica Deus



Ninguém explica

Ninguém explica Deus

E se duvida ou se acredita

Ninguém explica

Ninguém explica Deus



Dono de toda ciência, sabedoria e poder

Oh, dá-me de beber da água da fonte da vida

Antes que o ar já houvesse

Ele já era Deus

Se revelou ao seus

Do crente ao ateu

Ninguém explica Deus



Ninguém explica Deus



(Composição: Clóvis Pinho)



* REFLETIR, DEBATER E PRODUZIR UM TEXTO OU POEMA (CORDEL...) COM BASE NA LETRA DA MÚSICA "NINGUÉM EXPLICA DEUS".


Kell Smith - Era Uma Vez (videoclipe oficial)





Era Uma Vez

Kell Smith


Era uma vez
O dia em que todo dia era bom
Delicioso gosto e o bom gosto
Das nuvens serem feitas de algodão

Dava pra ser herói
No mesmo dia em que escolhia ser vilão
E acabava tudo em lanche, um banho quente
E talvez um arranhão
Dava pra ver
A ingenuidade, a inocência cantando no tom
Milhões de mundos e universos tão reais
Quanto a nossa imaginação
Bastava um colo, um carinho
E o remédio era beijo e proteção
Tudo voltava a ser novo no outro dia
Sem muita preocupação
É que a gente quer crescer
E, quando cresce, quer voltar do início
Porque um joelho ralado
Dói bem menos que um coração partido
É que a gente quer crescer
E, quando cresce, quer voltar do início
Porque um joelho ralado
Dói bem menos que um coração partido
Dá pra viver
Mesmo depois de descobrir que o mundo ficou mau
É só não permitir que a maldade do mundo
Te pareça normal
Pra não perder a magia de acreditar
Na felicidade real
E entender que ela mora no caminho
E não no final
É que a gente quer crescer
E, quando cresce, quer voltar do início
Porque um joelho ralado
Dói bem menos que um coração partido
É que a gente quer crescer
E, quando cresce, quer voltar do início
Porque um joelho ralado
Dói bem menos que um coração partido
Era uma vez
* REFLITA E DESCREVA A REALIDADE QUE VIVEMOS NO BRASIL E EM NOSSA COMUNIDADE CONTEXTUALIZANDO A PARTIR DOS VERSOS:
"Era uma vez
O dia em que todo dia era bom
Delicioso gosto e o bom gosto
Das nuvens serem feitas de algodão.
Dá pra viver
Mesmo depois de descobrir que o mundo ficou mau
É só não permitir que a maldade do mundo
Te pareça normal
Pra não perder a magia de acreditar
Na felicidade real
E entender que ela mora no caminho
E não no final

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Legião Urbana - Índios





Índios

Renato Russo



Quem me dera, ao menos uma vez

Ter de volta todo o ouro que entreguei

A quem conseguiu me convencer

Que era prova de amizade

Se alguém levasse embora até o que eu não tinha



Quem me dera, ao menos uma vez

Esquecer que acreditei que era por brincadeira

Que se cortava sempre um pano-de-chão

De linho nobre e pura seda



Quem me dera, ao menos uma vez

Explicar o que ninguém consegue entender

Que o que aconteceu ainda está por vir

E o futuro não é mais como era antigamente



Quem me dera, ao menos uma vez,

Provar que quem tem mais do que precisa ter

Quase sempre se convence que não tem o bastante

E fala demais por não ter nada a dizer



Quem me dera, ao menos uma vez

Que o mais simples fosse visto como o mais importante

Mas nos deram espelhos

E vimos um mundo doente



Quem me dera, ao menos uma vez

Entender como um só Deus ao mesmo tempo é três

E esse mesmo Deus foi morto por vocês

É só maldade então, deixar um Deus tão triste



Eu quis o perigo e até sangrei sozinho.

Entenda - assim pude trazer você de volta prá mim

Quando descobri que é sempre só você

Que me entende do início ao fim

E é só você que tem a cura para o meu vício

De insistir nessa saudade que eu sinto

De tudo que eu ainda não vi.



Quem me dera, ao menos uma vez

Acreditar por um instante em tudo que existe

E acreditar que o mundo é perfeito

E que todas as pessoas são felizes.



Quem me dera, ao menos uma vez

Fazer com que o mundo saiba que seu nome

Está em tudo e mesmo assim

Ninguém lhe diz ao menos obrigado



Quem me dera, ao menos uma vez

Como a mais bela tribo, dos mais belos índios

Não ser atacado por ser inocente



Eu quis o perigo e até sangrei sozinho

Entenda - assim pude trazer você de volta prá mim

Quando descobri que é sempre só você

Que me entende do início ao fim

E é só você que tem a cura para o meu vício

De insistir nessa saudade que eu sinto

De tudo que eu ainda não vi



Nos deram espelhos e vimos um mundo doente



Tentei chorar e não consegui.





REFLETIR SOBRE  AS ESTROFES 6, 8 e 12 DA MÚSICA "ÍNDIOS", DE RENATO RUSSO, E ESCREVER UM COMENTÁRIO SOBRES OS ASPECTOS DA MÚSICA QUE REFEREM-SE "DEIXAR UM DEUS TÃO TRISTE"; "ACREDITAR QUE O  MUNDO É PERFEITO"; e Nos deram espelhos e vimos um mundo doente



Tentei chorar e não consegui.






quarta-feira, 8 de novembro de 2017

As Lições do Bambu





REFLETIR SOBRE A HISTÓRIA DO BAMBU E A PARTIR DAÍ ESCREVER UMA MENSAGEM. EM SEGUIDA LER PARA O GRUPO.

Ilustrações cristãs - Você está infeliz com a sua aparência





REFLETIR EM GRUPO SOBRE A APARÊNCIA...
ESCREVER UM BILHETE ELOGIANDO ALGUÉM E ENTREGAR PARA ESTA PESSOA.