" CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ "

terça-feira, 2 de outubro de 2012

PENTATEUCO











Do grego, "os cinco rolos", o pentateuco é composto pelos cinco primeiros livros daBíblia[1][2]. Entre os judeus é chamado de Torá, uma palavra da língua hebraica com significado associado ao ensinamentoinstrução, ou especialmente Lei, uma referência à primeira secção do Tanakh, i.e., os primeiros cinco livros da Bíblia Hebraica, atribuído aMoisés. Os judeus também usam a palavra Torá num sentido mais amplo, para referir o ensinamento judeu através da história como um todo. Neste sentido, o termo abrange todo oTanakh, o Mishnah, o Talmud e a literatura midrash. Em seu sentido mais amplo, os judeus usam a palavra Torá para referir-se a todo e qualquer tipo de ensino ou filosofia.

[EDITAR]AUTORIA

A TEOLOGIA TRADICIONAL ATRIBUI A AUTORIA A MOISÉS, ENTRETANTO EXISTEM OUTRAS TEORIAS.A EDIÇÃO PASTORAL DA BÍBLIA SUSTENTA QUE O PENTATEUCO TEM ORIGEM NA TRADIÇÃO ORAL E FOI ESCRITO DURANTE SEIS SÉCULOS, REFORMULANDO, ADAPTANDO E ATUALIZANDO TRADIÇÕES ANTIGAS E CRIANDO NOVAS[3].JULIUS WELLHAUSEN (1844-1918) SUSTENTA QUE O PENTATEUCO É UMA OBRA REDACIONAL, COMPOSTA DE QUATRO DIFERENTES TRADIÇÕES (DOCUMENTOS): A JAVISTA COM TEXTOS COMPOSTOS NA ÉPOCA DA MONARQUIA (950 AC), A ELOÍSTA COM TEXTOS POSTERIORES AO ANO 750 AC, A DEUTERONOMISTA COM TEXTOS ESCRITOS APROXIMADAMENTE NO ANO 600 AC E A SACERDOTAL COM TEXTOS ESCRITOS NO EXÍLIO BABILÔNICO (POR VOLTA DO ANO 500 AC).

[EDITAR]LIVROS DO PENTATEUCO (TORÁ)

[editar]Génesis

Primeiro livro da Bíblia. Narra acontecimentos, desde a criação do mundo, na perspectiva judaica (o chamado "relato do Génesis"), passando pelos Patriarcas hebreus, até à fixação deste povo no Egipto, depois da história de José. Génesis segundo a mitologia Judaica é o início, é o principio da criação dos ceús, da terra, da humanidade e de tudo quanto existe vida, todos os seres. O livro é o primeiro dos cinco livros atribuidos a Moisés.

[editar]Êxodo

O livro conta a história da saída do povo de Israel do Egito, onde foram escravos durante 400 anos. Narra o nascimento, a vida e o ministério de Moisés diante do povo de Israel, bem como o estabelecimento da Lei e a construção do Tabernáculo. Mostra o início de um relacionamento entre o povo recém-saído do Egito e Deus através de uma aliança proposta pelo próprio Deus. É a organização do Judaísmo.

[editar]Levítico

Basicamente é um livro teocrático, isto é, tem caráter legislativo; apresenta em seu texto o ritual dos sacrifícios, as normas que diferenciam o puro do impuro, a lei da santidade e o calendário religioso entre outras normas e legislações que regulariam a religião.

[editar]Números

Este livro é de interesse histórico, pois fornece detalhes acerca da rota dos israelitas no deserto e de seus principais acampamentos. Pode ser dividido em três partes:
  • O recenseamento do povo no Sinai e os preparativos para retomar a marcha (1-10:10). O capítulo 6 relata o voto de Nazireu.
  • A história da jornada do Sinai até Moabe, o envio dos espiões e o relato que fizeram, e as murmurações (oito vezes) do povo contra as dificuldades do caminho (10:11-21:20).
  • Os eventos na planície de Moabe, antes da travessia do Jordão (21:21-cap. 36).

[editar]Deuteronômio

Contém os discursos de Moisés ao povo, no deserto, durante seu êxodo do Egito à Terra Prometida por Deus. Os discursos contidos nesse livro, em geral, reforçam a idéia de que servir a Deus não é apenas seguir sua lei. O título provém do grego e quer dizer:Segunda Lei, ou melhor, Repetição da Lei. Em Êxodo, Levítico e Números, as leis foram dadas, conforme a necessidade da ocasião, a um povo acampado no deserto. Em Deuteronômio, essas leis foram repetidas a uma geração que, dentro em breve, moraria nas casas, vilas e cidades da terra prometida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário