" CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ "

terça-feira, 9 de julho de 2013

FLOR DE LÓTUS

O que é Flor de Lótus:

Flor de Lótus
No oriente, a flor de lótus significa pureza espiritual. O lótus (padma), também conhecido como lótus-egípcio, lótus-sagrado ou lótus-da-índia, é uma planta aquática que floresce sobre a água.
No simbolismo budista, o significado mais importante da flor de lótus é pureza do corpo e alma. A água lodosa que acolhe a planta é associada ao apego e aos desejos carnais, e a flor imaculada que desabrocha sobre a água em busca de luz é a promessa de pureza e elevação espiritual.
É simbolicamente associada à figura de Buda e aos seus ensinamentos e, por isso, são flores sagradas para os povos do oriente. Diz a lenda que quando o menino Buda deu os primeiros passos, em todos os lugares que pisou, flores de lótus desabrocharam.
Nas religiões asiáticas, a maior parte das divindades costumam surgir sentadas sobre uma flor de lótus durante o ato de meditação.
Na literatura clássica de muitas culturas asiáticas, a flor de lótus simboliza elegância, beleza, perfeição, pureza e graça, sendo frequentemente associada aos atributos femininos ideais.
A flor de lótus representa um mistério para a ciência, que não consegue explicar a característica própria que possui de repelir microorganismos e partículas de pó.
É uma flor muito usada em tatuagens com diferentes significados associados a cada cor da flor. No Japão esta flor é muitas vezes tatuada em conjunto com o peixe koi, significando individualidade e força.
Na Yoga, a posição de Lótus (Padmásana) é a postura tradicional de meditação, em que a pessoa sentada entrelaça as pernas e pousa as mãos sobre os joelhos.

Flor de Lótus - Significado das Cores


  • Lótus Azul: remete para o triunfo do espírito em relação aos sentidos, significa sabedoria e conhecimento. Esta flor nunca revela o seu interior, porque está quase sempre totalmente fechada.

  • Lótus Branca: está relacionada com a perfeição do espírito e da mente,  estado de pureza total e natureza imaculada. Normalmente é representada com 8 pétalas.




  • Lótus Vermelha: revela a candura e natureza original do coração. Esta flor corresponde às qualidades do coração, como o amor, paixão e compaixão. É também conhecida como a flor do Buda da Compaixão, Avalokitesvara.






  • Lótus Rosa: apesar de muitas vezes ser confundida com a flor de lótus branca, a lótus rosa é a mais importante e especial de todas as lótus, estando relacionada com personagens divinas, como é o caso do Grande Buda.





A flor de Lótus fechada ou em botão é um simbolismo das infinitas possibilidades do Homem, enquanto que a flor de lótus aberta representa a criação do Universo.




Flor de Lótus - Mitologia Grega

Na mitologia grega, os Lotófagos são um povo que vivia numa ilha perto do Norte de África e que como o nome indica, comiam plantas e flores de lótus. Estas plantas têm o efeito de um narcótico que causa um sono pacífico e também amnésia a quem as ingerir.
Na Odisseia de Homero, existe um episódio em que três homens são enviados para a ilha de forma a investigá-la. No entanto, por comerem as flores de lótus como os restantes habitantes, esquecem que têm que voltar para o barco. Mais tarde, Ulisses consegue resgatar os homens e teve mesmo que os amarrar ao navio para que eles não voltassem para a ilha.
Através desta história, Homero demonstra toda a sua criatividade e conhecimento a respeito do ser humano, porque a amnésia causada pela flor de lótus é uma coisa que muitas pessoas desejam: a possibilidade de começar de novo, de renascer e apagar o passado.



Posição de lótus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.








Um praticante de ioga na posição de lótus

A posição de lótus (em devanágari पद्मासन; IAST: padmāsana;

 em japonês 結跏趺坐, kekka fuza) é uma postura em que o
 indivíduo permanece sentado com as pernas cruzadas e os
 pés em oposição às coxas com o fim de meditar seguindo
 práticas indianas. Foi estabelecida na tradição da ioga hindu.
A posição lembra uma flor de lótus, melhorando a respiração
 e promovendo a estabilidade física.
Esta posição faz parte das tradições da hatha e da raja-ioga.
É talvez o maior símbolo da espiritualidade oriental. Famosas 
representações deste asana incluem Shiva, deus do hinduísmo,
 e Buda, o fundador do Budismo. A primeira representação pictórica
 do padmasana é visto no selo do vale do indo representando
 de Shiva como Pashupati, Senhor de Feras de Harrapa.1
Padmasana é um asana por excelência, mas não é para todos.
Estudantes experientes utilizam-no como um asana para o seu
 pranayama diário ou na meditação, mas novatos podem ter 
necessidade de utilizar outras posições, mais adequadas.
 Este asana trabalha a flexibilidade das articulações dos joelhos
 e tornozelos, tonificar os órgãos abdominais e a coluna,
 promovendo maior irrigação sanguínea na base do tronco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário